Os rumos da IA: do Carbono ao Silício

Visitando conceitos da Psicologia, Neurociência, Estatística e, em especial, Ciência da Computação, a palestra abordará aspectos dos primórdios da Inteligência Artificial sob o enfoque conexionista, isto é, a aquisição de conhecimento pelas máquinas por meio de redes neurais artificiais, inspiradas no cérebro humano, bem como sua evolução, estado-da-arte (incluindo as atuais redes neurais profundas – Deep Learning), o futuro e possibilidades para os sistemas inteligentes. Também serão discutidos os rumos e desafios da IA na implementação de um cérebro artificial baseado em componentes de silício, tão potente ou superior ao nosso, aplicações e implicações do surgimento destas máquinas tão potentes.